Quase platônico

Terça-feira , 15 de Março às 16h19

Porque a gente precisa de alguém, e talvez esse alguém também precise da gente. Mas talvez nunca iremos saber, em razão de que apenas a ideia de um dia estarmos juntos soa absurda. Um amor quase platônico. Por causa dos outros.

E la tinha os cabelos curtos, e uns olhos azuis que ninguém nunca tinha reparado. Uma mente brilhante, ofuscada pela rejeição da sociedade. Todavia ela não se importava, contanto que o tivesse. Não ao seu lado, ele nunca esteve lá. Mas em seus pensamentos, dali nunca partira. Ele não era popular, mas tinha muita gente ao seu lado. Mais do que precisava. Mais do que queria. Não tinha nada na cabeça, evitava pensar. Isso lhe doía. Ele tinha tudo, tudo que os outros queriam que ele tivesse. Infelizmente, era vazio onde mais importava. Tinha um coração enorme, mas ninguém nunca havia notado. As pessoas ao seu lado nunca lhe enxergaram de verdade. Só ela. Ela estava muito longe, mas nunca lhe vira tão bem. A alma dele clamava por um socorro que todas aquelas pessoas a sua volta nunca entenderiam. Talvez ele só precisasse de alguém. Alguém como ela. Não mais. 


Escrito por Letícia Lemos




01/06/2012 a 30/06/2012
01/04/2012 a 30/04/2012
01/03/2012 a 31/03/2012
01/02/2012 a 29/02/2012
01/01/2012 a 31/01/2012
01/12/2011 a 31/12/2011
01/11/2011 a 30/11/2011
01/10/2011 a 31/10/2011
01/09/2011 a 30/09/2011
01/08/2011 a 31/08/2011
01/07/2011 a 31/07/2011
01/06/2011 a 30/06/2011
01/05/2011 a 31/05/2011
01/04/2011 a 30/04/2011
01/03/2011 a 31/03/2011
01/02/2011 a 28/02/2011
01/12/2010 a 31/12/2010
01/11/2010 a 30/11/2010
01/10/2010 a 31/10/2010
01/09/2010 a 30/09/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010